sábado, 4 de agosto de 2012

Então. O motivo de eu estar vindo aqui hoje não é, exatamente, para desabafo ou reclamação. É que eu tive um sonho hoje, no meu cochilo vespertino. Eu não lembro onde o sonho se passava, nem quem aparecia, muito menos os detalhes.
Anyway, o que interessa com relação ao sonho, é que eu me sentia extremamente feliz. Sabe, feliz de uma forma em que não me sinto a muito, muito tempo. E isso realmente me incomoda. Eu sinto falta de ser feliz da forma como eu era, sinto falta de ter o estilo de vida que eu tive naquela época. E esse sentimento de falta da felicidade me incomoda bastante.
Eu sei que a felicidade não é algo fixo, nem que é estruturada a partir de um único quesito de sua vida. Eu mesma cheguei a conclusão que "Ser feliz não é ter alegria dentro de si o tempo inteiro, e sim saber aceitar que a vida é feita de picos de alegria e tristeza, mesclados de realidade e dificuldade. Mas também é saber enxergar em toda negatividade o seu lado positivo".
Mas eu estou, a tanto tempo, pausada na negatividade, que espero, extremamente cansada, pelo dia em que aparecerá o lado positivo de tudo isso. Obviamente, não digo que sou triste depressiva todos os dias. Mas se nada de bom acontece no meu dia, isso se junta ao meu sentimento depressivo e se acumula. E é muito ruim tudo isso. Depender de algum evento diário para que o seu dia valha a pena. Eu deveria agradecer por cada novo dia, mas não é isso que ocorre.
E, além disso, no sonho, parte da minha felicidade era consequência da presença de um namorado. Coisa que, venhamos, me faz falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário